Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Internacional

Estado Islâmico teria decapitado outro jornalista americano

Agência ANSA

O grupo jihadista Estado Islâmico divulgou um vídeo de dois minutos e 46 segundos no qual aparece a decapitação do jornalista norte-americano Steven Sotloff, segundo o jornal "The New York Times", que cita o Site Institute, organização que trabalha no rastreamento de atividades terroristas. A Casa Branca diz que está trabalhando para confirmar a morte do repórter.    

Com o título "Segunda mensagem à América", Sotloff aparece com uma roupa toda laranja, assim como seu colega James Foley, que também foi decapitado pelos radicais. Além de matar o jornalista, o EI ainda ameaça tirar a vida de um refém britânico que está em suas mãos, David Cawthorne Haines.    

Sotloff, de 31 anos, já havia aparecido no final da gravação da morte de Foley. Na ocasião, os jihadistas prometeram assassinar o repórter caso os Estados Unidos continuassem os ataques aéreos no norte do Iraque. O carrasco de Sotloff possui um forte sotaque britânico, e suspeita-se que tenha sido o mesmo que matou Foley.    

"Eu voltei, Obama, e voltei por conta de sua arrogante política contra o Estado Islâmico", teria dito o executor, de acordo com o "The New York Times". O jornalista foi sequestrado em Aleppo, na Síria, em agosto de 2013.

Tags: Americanos, islâmico, morte, repórteres, TERRORISMO

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.