Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Internacional

Obama diz que russos financiam separatistas ucranianos

Presidente dos EUA afirma que não lançará ação na Ucrânia

Agência ANSA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje, dia 28, em pronunciamento oficial, que a Rússia "é responsável pela violência" no leste da Ucrânia e que receberá seu homólogo ucraniano, Petro Poroshenko, em setembro.

Ele também destacou que Washington não irá "tomar ações militares" para resolver os problemas da região.

Obama concordou, em conversa com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, que Moscou financia, treina e arma as forças separatistas que atuam na fronteira.

O mandatário, que irá para Europa na semana que vem e pretende acompanhar a situação mais de perto, disse que a incursão da Rússia "vai trazer apenas mais custos e consequências" para Moscou. "O capital está deixando o país. Os investidores estão ficando de fora. A economia está em declínio", disse. 

Tags: crise, EUA, política, russia, ucranianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.