Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Internacional

Putin promete apoio a eventual acordo de paz

Agência ANSA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta terça-feira (26) que seu país está pronto para apoiar um acordo entre o governo da Ucrânia e os rebeldes separatistas que atuam nas regiões de Donetsk e Lugansk. A declaração foi dada após uma reunião de mais de duas horas do mandatário com o chefe de Estado ucraniano, Petro Poroshenko, em Belarus.    No entanto, Putin ressaltou que uma trégua duradoura entre os dois lados do conflito é um assunto interno de Kiev. 

"Faremos todo o possível para termos progressos de paz, devemos intensificar os diálogos em muitas questões", acrescentou o líder russo. Além disso, ele e Poroshenko concordaram em estabelecer um "grupo de contato" sobre a crise e abriram a possibilidade de realizarem outro encontro.    

Essa foi a segunda reunião envolvendo os dois presidentes. Em junho, eles já haviam conversado na França durante as comemorações pelos 70 anos do "Dia D", mas na presença da chanceler da Alemanha, Angela Merkel. O colóquio ocorreu em Minsk, capital de Belarus, à margem de uma conferência com representantes de Rússia, Ucrânia, União Europeia e Cazaquistão.    

"Espero que a paz seja o resultado da reunião", afirmou Poroshenko, antes do diálogo.

Tags: crise, EUA, política, russia, ucranianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.