Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Internacional

Irã quer 'acelerar' envio de armas aos palestinos

Agência ANSA

O Irã anunciou sua intenção de "acelerar" o fornecimento de armas para os palestinos como resposta ao envio de um drone espião israelense ao seu território, informou o general Amir Ali Hajizadeh. O militar é o comandante das forças aeroespaciais dos Guardiões da Revolução que afirmou que sua equipe abateu o drone em Teerã, no domingo (24).

"Nos reservamos o direito de responder ao envio de drones do tipo Hermes, abatido enquanto se aproximava na planta de enriquecimento de urânio de Natanz", disse Hajizadeg. De acordo com o militar, o drone tinha autonomia de voo de 800 quilômetros.

A região de Natanz é o principal lugar para o enriquecimento de urânio do Irã, tendo instaladas 16 mil centrífugas. O outro sítio do país que exerce essa função fica em Fordo, com 3 mil centrífugas.

A mídia israelense relata o silêncio do governo do país sobre o fato. Segundo os jornais, os drones tipo Hermes 450 foram vendidos a outros países, como a Geórgia e a Grã-Bretanha, que têm bases militares próximas ao território iraniano. Esse tipo de equipamento também é utilizado no Brasil e em Cingapura. 

Tags: ataques, aviões, espiões, iranianos, Israel

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.