Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Internacional

Escolas britânicas registram 300 casos de estupro em 3 anos

Portal Terra

Mais de 300 estupros foram registrados em escolas britânicas nos últimos três anos, informou o Daily Mail.

Isso significa uma aumento de 40% no número de crimes sexuais relatados à polícia entre 2011 e 2013. Segundo estatísticas divulgadas pela corporação, crianças compunham mais de 90 por cento das supostas vítimas de abuso. Do total de 2.865 crimes sexuais reportados, 1.052 foram cometidos em 2013. 

Entre eles se destaca o caso de uma menina de 12 anos do condado de Hampshire que foi despida e violentada por colegas de classe. Assim como ela, outra aluna, de 15 anos, foi expulsa após o colégio considerar que a relação foi consentida e que as meninas tinham infringido as regras ao fazer sexo nos domínios da escola. A Procuradoria, por sua vez, informou em maio que havia evidências insuficientes para incriminar os suspeitos.

Outro caso foi o de um professor de educação religiosa de uma escola em Manchester que tocou e beijou uma adolescente durante uma aula particular. Mas ao contrário do que aconteceu em Hampshire, Richard Jones, de 57 anos, foi condenado a oito anos de prisão após a família da vítima encontrar mensagens explícitas no computador da jovem e descobrir que ela tinha um romance secreto com o docente.

De acordo com a instituição de caridade NSPCC, o fácil acesso à pornografia na internet é um dos fatores que levaram ao aumento do número de abusos. A porta-voz da instituição defende que as escolas precisam se certificar de que estão adotando os procedimentos de segurança adequados e de que pais e professores estão capacitados para reconhecer sinais emitidos pelas crianças ainda no começo para que assim possam tomar uma atitude.

De acordo com a Associação Nacional de Professores, o aumento dos casos está associado ao fato de as vítimas terem se tornado mais confiantes para fazer as denúncias. Ainda segundo o órgão, um excelente trabalho está sendo feito para que as escolas estabeleçam um ambiente seguro.

Tags: abusos, alunas, inglesas, polícia, sexuais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.