Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Internacional

EUA reafirmam que ação contra Isis é de longo prazo

Agência ANSA

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, afirmou nesta quinta-feira (21) que o envolvimento do país no combate ao grupo jihadista Estado Islâmico (também conhecido como Isis) no Iraque ainda não terminou e é uma ação de longo prazo. A declaração foi dada em uma coletiva de imprensa ao lado do chefe do Estado-Maior norte-americano, Martin Dempsey.    

"Os ataques aéreos ajudaram as forças iraquianas a interromper o avanço do Isis rumo a Irbil [capital do Curdistão iraquiano] e a reconquistar a barragem de Mosul. Mas esperamos que eles [o Isis] se reúnam de novo e tentem outros ataques", explicou Hagel.    

Além disso, o secretário disse estar "muito orgulhoso" dos militares que integraram a fracassada operação para libertar o jornalista James Foley, que fora sequestrado em novembro de 2012 pelos jihadistas. Por meio de um vídeo divulgado na Internet no começo desta semana, o Estado Islâmico anunciou a decapitação do repórter norte-americano e ameaçou matar outros cidadãos do país.    

Ao mesmo tempo, Hagel lamentou que a ação tenha sido em vão e expressou suas condolências à família de Foley. "O objetivo era fazer todo o possível para salvar os reféns", ressaltou.

Tags: . iraquianos, Civil, destruição, guerra, mortes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.