Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Governador mobiliza Guarda Nacional para conter protestos em Ferguson

Agência Brasil

O governador do estado norte-americano do Missouri, Jay Nixon, mobilizou hoje (18) homens da Guarda Nacional na tentativa de conter a onda de protestos que toma conta da cidade de Ferguson, naquele estado, horas depois de a polícia ter usado granadas de gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes.

Ferguson enfrenta dias de violência desde 9 de agosto, quando um policial branco matou a tiros o jovem negro Michael Brown, de 18 anos, que estaria desarmado. De acordo com o jornal The New York Times, que teve acesso a um relatório preliminar da necropsia solicitada pela família do jovem, ele foi atingido por, pelo menos, seis tiros, sendo dois na cabeça.

Na noite de ontem (17), após uma série de marchas pacíficas, a polícia de Ferguson dispersou a multidão que manteve os protestos após o toque de recolher obrigatório instaurado na cidade. O oficial responsável pela manutenção da ordem pública, Ronald Johnson, argumentou que a polícia foi obrigada a utilizar gás lacrimogêneo em resposta aos coquetéis-molotov lançados contra as autoridades.

No último sábado (16), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manifestou preocupação em relação à situação no Missouri. Em declaração na Casa Branca, ele elogiou a atuação do governador Jay Nixon e destacou a expectativa de que a Justiça seja feita e de que a segurança pública seja mantida no estado.

“É importante lembrar como tudo isso começou. Perdemos um jovem, Michael Brown, em circunstâncias desoladoras e trágicas. Ele tinha 18 anos. Sua família nunca mais vai tê-lo em seus braços. E, quando algo assim acontece, as autoridades locais – incluindo a polícia – têm a responsabilidade de dar abertura e transparência sobre como estão investigando essa morte e sobre como estão protegendo as pessoas em suas comunidades”, disse Obama.

Tags: EUA, jovem, morte, Policial, protesto

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.