Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Internacional

Ucrânia anuncia incursão de coluna militar russa

Agência ANSA

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Anders Fogh Rasmussen, confirmou nesta sexta-feira (15) que militares russos fizeram uma incursão na Ucrânia, mas negou que se trata de uma invasão. "Na noite anterior, vimos uma incursão russa atravessando a fronteira ucraniana", disse o secretário, em uma coletiva de imprensa em Copenhague. 

"Acredito que seja apenas a continuação daquilo que já acompanhamos há certo tempo. É uma clara demonstração do contínuo envolvimento da Rússia na desestabilização da Ucrânia. Por esse motivo, pedimos para Moscou retirar suas tropas da fronteira e interromper o fluxo de armas", afirmou. 

O serviço russo de segurança, por sua vez, negou a incursão militar, mas confirmou que militares foram deslocados para a fronteira para proteger a população da Ucrânia, publicou a agência Ria Novosti. 

Mais cedo, a Ucrânia tinha anunciado a incursão de uma coluna militar russa em seu território, na noite de ontem, através de um posto de fronteira em Izvariné, controlado por separatistas pró-russos no leste do país. O presidente do país, Petro Poroshenko, informou que tiros de artilharia do Exército "destruíram" grande parte da coluna de blindados russos. A informação foi passada por Poroshenko ao premier britânico, David Cameron. Em resposta, o governo britânico convocou o embaixador russo em Londres, Alexander Yakovenko, para consultas, publicou o Fereign Office em sua página no Twitter. 

Tags: crise, EUA, política, russia, ucranianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.