Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Internacional

Conselho de Segurança da ONU lança resolução contra rebeldes islâmicos 

Agência ANSA

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) adotou, por unanimidade, resolução que visa a enfraquecer a atuação do grupo extremista Estado Islâmico (também conhecido como Isis), que atua entre a Síria e o Iraque.    

A medida também visa a combater os rebeldes da frente al Nusra, braço da Al Qaeda que luta contra o governo de Bashar al Assad na Síria.     

As medidas devem dificultar o direcionamento de financiamento, assim como o fluxo de armas e combatentes muçulmanos de outros países para a Síria e o Iraque.          

O Conselho de Ministros de Relações Exteriores da União Europeia (UE) recebeu bem, durante reunião realizada hoje, dia 15, em Bruxelas, a proposta de entregar armas aos curdos que combatem o Isis no Iraque.     

Ataques    

Os jihadistas do grupo Estado Islâmico (também conhecido como Isis) mataram ao menos 80 homens e raptaram 100 mulheres durante um ataque contra a minoria yazidi no norte do Iraque.        

Ainda de acordo com informações da emissora norte-americana CNN, citando fontes do governo curdo e de um líder religioso yazidi, o ataque aconteceu em Kojo, nas proximidades do monte Sinjar.        

As mulheres teriam sido levadas a Mosul e outros locais não especificados. O grupo pertence a uma minoria religiosa que mistura elementos do zoroastrismo e do islamismo. Cerca de 40 mil yazidis fugiram para os montes do Sinjar nos últimos dias após ataques do Isis contra suas aldeias e estavam sobrevivendo dos alimentos jogados a partir de aviões.

Tags: extremistas, iraquianos, isis, islamismo, onu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.