Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Obama diz que ataques aéreos no Iraque terão continuidade

Agência ANSA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje que as ações militares do país deram fim ao cerco ao monte Sinjar e que "continuamos a fazer progresso no Iraque".    Obama ainda disse, em discurso realizado em Matha's Vineyard, onde passa férias, que ataques aéreos vão continuar para proteger os civis e as equipes norte-americanas no país. 

"A situação na montanha melhorou bastante e os norte-americanos deveriam estar muito orgulhoso de seus esforços", disse, acrescentando que as ajudas humanitárias devem diminuir nos próximos dias.    

Apesar da violência, os Estados Unidos descartaram um plano de retirada em massa da comunidade yazidi. Nos últimos dias, cerca de 40 mil yazidis, grupo que pertence a uma minoria religiosa que mistura elementos do zoroastrismo e do islamismo, fugiram para os montes após ataques do Estado Islâmico (também conhecido como Isis) contra suas aldeias e estavam há dias sobrevivendo dos alimentos jogados a partir de aviões.    

Sobre a escolha do novo primeiro-ministro, Haider al Abadi, que substituirá o xiita Nuri al Maliki, que não tem o apoio de Washington, Obama disse estar esperançoso de que ele irá formar um "governo mais inclusivo".        

O nome de Al Abadi foi proposto pelo bloco xiita do Parlamento iraquiano, uma vez que o primeiro-ministro tem sido pressionado para renunciar à possibilidade de um terceiro mandato. Muitos o acusam de ter uma parcela de responsabilidade nos recentes conflitos no país, ao dar pouco espaço para os sunitas em sua administração.

Tags: EUA, iraquianos, islâmicos, mortes, rebeldes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.