Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

Matteo Renzi telefona para Barack Obama

Agência ANSA

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, teve nesta segunda-feira (11) uma longa conversa por telefone com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sobre temas como as crises no Iraque e na Ucrânia e a epidemia do vírus Ebola na África Ocidental.    

Ao longo dos últimos dias, o governo italiano expressou em diversas ocasiões apoio aos ataques aéreos promovidos por aviões norte-americanos para conter o avanço do grupo jihadista Estado Islâmico (também conhecido como Isis) no norte iraquiano.    

Segundo um comunicado da Casa Branca, os dois líderes colocaram em evidência a necessidade de empreender esforços para responder os rebeldes sunitas.    

Além disso, eles disseram que é preciso assegurar assistência humanitária para os grupos mais vulneráveis e proporcionar segurança aos civis presos no Monte Sinjar. Renzi e Obama também concordaram que qualquer ajuda à Ucrânia, que segue convivendo com um conflito entre governo e separatistas, precisa ter o aval de Kiev.    

Por fim, o premier e o presidente demonstraram apoio aos esforços da Organização Mundial da Saúde (OMS) para combater a epidemia do vírus Ebola na África, mas ressaltaram que é necessário haver mais "recursos internacionais" para isso.

Tags: crise, EUA, guerras, internacional, itália, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.