Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Internacional

Indonésios acham filha desaparecida há 10 anos após tsunami 

Portal Terra

Um casal da Indonésia afirma ter encontrado a filha que havia desaparecido após um tsunami, há 10 anos,  informou o jornal The Guardian. "É um milagre de Deus" disse Jamaliah, mãe da menina. A mulher lembra que nem ela nem o marido conseguiram escapar da água quando o tsunami atingiu a vila onde moravam, na província de Achém, em 26 de dezembro de 2004.

O marido de Jamaliah, Septi Rangkuti, encontrou uma tábua de madeira, sobre a qual colocou os dois filhos mais novos - Raudhatul Jannah, então com 4 anos, e seu irmão, Arif Pratama Rangkuti, de 7 - mas acabou se separando das crianças durante o caos.

O casal passou um mês procurando pelos filhos depois que o tsunami cessou, mas como não conseguiram pistas, perderam as esperanças de encontrar as crianças com vida. Mais de 170 mil pessoas em Achém, e outros milhares de habitantes de países próximos ao Oceano Índico morreram após o tsunami de 2004.

O casal se mudou para uma nova casa junto do único filho sobrevivente, até que, em junho, o irmão de Jamaliah viu uma garota parecida com Raudhaful na rua. Conversando com moradores da aldeia, ele descobriu que a jovem havia perdido os pais após o desastre de 2004.

A menina foi resgatada por um pescador em uma ilha remota e criada por um homem, de quem ganhou um novo nome, Wenni.

Jamaliah (à esquerda) abraça a filha desaparecida, Raudhatul Jannah
Jamaliah (à esquerda) abraça a filha desaparecida, Raudhatul Jannah

Jamaliah disse que está disposta a fazer um teste de DNA, mas está convencida de que a menina é sua filha. Ela contou que está construindo uma boa relação com os pais adotivos da jovem, que teriam se mostrado felizes por Raudhatul ter encontrado seus pais de verdade.

Contudo, essa não foi a única boa notícia recebida por Jamaliah e Septi. Raudhatul, hoje com 14 anos, contou que o irmão, Arif, também sobreviveu ao tsunami e foi resgatado por outro homem.

"Meu instinto me diz que ele ainda está vivo. Nós iremos encontrá-lo em breve", disse a mãe.

Tags: Filha, Indonésia, mãe, reencontro, Tragédia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.