Jornal do Brasil

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Internacional

Comandante do Costa Concordia telefona para irmão de desaparecido

Agência ANSA

O capitão do Costa Concordia, navio naufragado em janeiro de 2012 deixando mais de 30 mortos, Francesco Schettino, telefonou hoje, dia 4, para Kevin, irmão de Russel Rebello, única vítima cujo corpo não foi encontrado ainda.    

Schettino ficou mundialmente conhecido como o "capitão covarde", por ter abandonado o navio antes dos passageiros e da tripulação. O italiano está sendo julgado pelo seu envolvimento no acidente.    

O telefonema durou apenas alguns minutos. "Ele foi muito simpático e queria saber como será realizada a busca por meu irmão. Schettino gostava muito de Russell, haviam trabalhado juntos em dois navios da [empresa] Costa. Pediu para mantê-lo informado", disse.    

"Espero poder receber os restos do meu irmão", apontou Kevin, sobre a operação. Ele esteve hoje em Gênova, onde participou de uma reunião técnica para analisar os progressos na busca.    

Foi confirmada para terça-feira (5) a retomada das buscas pelo corpo do garçom indiano, informou a Capitania dos Portos de Gênova, cidade para a qual o navio foi rebocado no final de julho.    

Com a transferência do Concordia para Gênova, onde será desmontado, tornou-se possível verificar partes inacessíveis quando ele estava encalhado na ilha toscana de Giglio, local do seu naufrágio. 

Tags: capitão, Costa, itália, naufrágio, Navio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.