Jornal do Brasil

Sábado, 24 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Mais de 60 especialistas analisam restos do avião da Malaysia Airlines

Agência ANSA

Mais de 60 especialistas holandeses e australianos estão analisando os restos do Boeing 777 da Malaysia Airlines que caiu na Ucrânia, informou o porta-voz da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), Michael Bociurkiw, nesta sexta-feira (01). Além dos técnicos, um grupo de observadores da OSCE está no local para verificar as condições de segurança para os peritos.

Ontem (31), Bociurkiw havia declarado que o local onde o voo MH17 caiu estava "praticamente intacto".

O Boeing 777 caiu no dia 17 de julho e matou as 298 pessoas que estavam a bordo, sendo a maioria holandesa. O voo partiu da capital da Holanda, Amsterdã, e tinha como destino Kuala Lumpur na Malásia. Suspeita-se que a aeronave tenha sido abatida por rebeldes separatistas pró-Rússia, que desde março, tentam separar a região de Donetsk da Ucrânia.

Tags: UCRÂNIA, acidente, mortos, queda, voo

Compartilhe: