Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Internacional

Obama e europeus pedem 'novas medidas' contra Rússia

Agência ANSA

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, participou nesta segunda-feira (28) de uma videoconferência com os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da França, François Hollande, com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e com o premier do Reino Unido, David Cameron, para discutir as crises na Ucrânia e no Oriente Médio.    

Na conversa, os cinco líderes demonstraram seu apoio à adoção de "novas medidas" contra a Rússia por conta de seu envolvimento nos problemas políticos enfrentados por Kiev, prometendo "vigilância" sobre todo apoio militar direto que Moscou possa fornecer aos separatistas que atuam no leste ucraniano. 

Esses rebeldes são acusados pelos EUA e pela União Europeia de derrubar um avião da Malaysia Airlines com 298 pessoas a bordo. Além disso, o grupo condenou o governo de Vladimir Putin por não ter pressionado o suficiente para induzir os insurgentes a negociar uma solução pacífica para o conflito.

Durante a videoconferência, os cinco líderes também ressaltaram a importância de "duplicar" os esforços para obter um cessar-fogo na Faixa de Gaza. "A piora da situação faz o jogo apenas dos extremistas", diz uma nota divulgada pelo palácio do Eliseu, sede da Presidência francesa.

Tags: crise, EUA, política, russia, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.