Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Internacional

Queda de avião no Mali não deixa sobreviventes

A informação foi anunciada pelo presidente francês

Agência ANSA

 O presidente francês, François Hollande, informou nesta sexta-feira (25) que nenhuma das 118 pessoas a bordo do voo AH5017 da Air Algérie sobreviveu na queda da aeronave no Mali. "Os soldados franceses que já estão no local cercaram a área e começaram as primeiras investigações. Infelizmente não há nenhum sobrevivente", disse Hollande, durante um pronunciamento na televisão francesa, depois da reunião de crise no Eliseu, sede da presidência francesa.

    "Todos os meus pensamentos estão voltados às vítimas, às famílias, as 118 vítimas deste drama devastador e as suas famílias. Pensamos nas vítimas, aos seus entes queridos, as famílias. Estamos ao lado deles", afirmou o mandatário.

    Na televisão, o chefe de Estado também confirmou que 51 franceses estavam a bordo do avião. Até o momento, o balanço total era de 116 pessoas a bordo. Mas agora o Eliseu fala em um total de 112 passageiros e 6 membros da tripulação.

    As famílias "serão acolhidas amanhã (26) no Quai d'Orsay (sede do ministério das Relações Exteriores da França), para dispor de todas as informações a qual elas têm direito. E também do apoio mais fraterno da nação", assegurou Hollande.

    O presidente convocou para amanhã uma terceira reunião de crise no Eliseu com o objetivo de avaliar a situação do acidente. Além de Hollande, estarão presentes no encontro o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, e os ministros das Relações Exteriores, da Defesa, Interior e Transportes. Duas reuniões deste tipo foram realizadas ontem e hoje.

    Acredita-se que o motivo da queda do avião tenha sido uma forte tempestade na zona de Niamey. A companhia Air Algérie anunciou a perda de contato com uma das suas aeronaves após 50 minutos de decolagem do aeroporto de Uagadugu, capital de Burkina Faso. O voo AH5017 tinha como destino final a capital de Argel, Argélia, mas caiu em uma região de deserto no Mali.

    O acidente ocorreu uma dia após um avião da TransAsia cair durante um pouso de emergência, em Taiwan, e há uma semana de uma aeronave de Malaysia Airlines ser abatida por um míssil na Ucrânia, deixando 298 mortos.(ANSA)

Tags: França, malasia, morte, queda, voo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.