Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

'El País': presidente da China assina 29 acordos com Castro em visita a Cuba

Jornal do Brasil

A visita do presidente da China, Xi Jinping, à Cuba repercutiu no jornal El País nesta última quarta-feira (23). Jinping  desembarcou em Havana na terça-feira (22) e assinou com Raúl Castro, 29 novos acordos nas áreas de finanças, biotecnologia, agricultura, infraestrutura e energia renovável. Entre os acordos assinados no Palácio da Revolução incluem um para a cooperação no ciberespaço, uma linha de crédito de Pequim para construir um terminal no porto de Santiago de Cuba, informou o jornal espanhol.

>>China e América Latina: comércio a frente das ideologias

Na esfera econômica, os dois lados concordaram protocolos para controlar a qualidade do tabaco e açúcar que Cuba exporta para a China.Esperava-se que Castro e Xi tratassem das novas condições estabelecidas na Lei de Investimento Estrangeiro, adotada por Cuba em março. Entre outras mudanças, a lei permitirá que investidores estrangeiros tragam  sua própria mão de obra para desenvolver edifícios na ilha, uma questão que tem dificultado a implementação das obras acordadas por Pequim e Havana nos últimos 15 anos.

Xi viaja para ver em primeira mão as reformas econômicas realizadas por Cuba, em particular na área de investimento estrangeiro. Segundo o jornal “o objetivo é realizar velhos negócios e implementar novos, coisa que, apesar da relação política histórica entre os dois governos não conseguem executar”.  Esta é a quarta e última parte da viagem de Xi pela América Latina que já o levou ao Brasil, Argentina e Venezuela, onde assinou dezenas de milionários empréstimos e acordos de cooperação. O governo de Raul Castro aspira que a mesma coisa aconteça na ilha, mas antes a China quer garantias de que Cuba cumpra seus deveres.

Tanto Raul e Fidel Castro nesta semana destacaram o papel-chave do investimento chinês no desenvolvimento da região, com reservas de petróleo significativas, mineral e de água doce.  Em um artigo publicado por Fidel Castro, o antigo líder também disse que "a contribuição que a Rússia e a China pode fazer em ciência, tecnologia e desenvolvimento econômico da América do Sul e no Caribe é fundamental”. 

Tags: acordos, AMÉRICA LATINA, cHINA, Cuba, internacional, raul castro, Relações, xi jinping

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.