Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Internacional

Condenado demora quase 2 horas para morrer no Arizona

Agência ANSA

Mais um caso polêmico em execuções de penas de morte nos Estados Unidos. John Wood, de 55 anos, agonizou por quase duas horas após receber uma injeção letal no Arizona nesta quarta-feira (23).    

Segundo o procurador-geral do Arizona, Tom Home, a execução começou às 13h52 (17h52 no horário de Brasília) e ele foi declarado morto às 15h49 (19h49). Seus advogados tentaram entrar com um apelo de emergência na Corte Suprema para evitar a execução, já que o coquetel que seria aplicado em Wood já tinha sido responsável por outra morte dolorosa, de cerca de 26 minutos, em Ohio. Mas, o pedido foi rejeitado.    

Wood foi condenado pelo assassinato de sua ex-namorada, Debbie Dietz, 29 anos, e de seu pai Gene, de 55 anos.

Tags: agonia, EUA, execução, pena, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.