Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Internacional

Kerry diz que alguns passos foram dados para cessar-fogo em Gaza

Conselho de Direitos Humanos da ONU abre investigação sobre a ofensiva militar israelense

Jornal do Brasil

O secretário de Estado americano, John Kerry, disse nesta quarta-feira (23) que as negociações para um cessar-fogo em Gaza, entre Israel e o Hamas, tiveram alguns aspectos positivos, mas advertiu que muito ainda precisa ser feito. Kerry se reuniu em Jerusalém com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Ele também se encontrará com o presidente palestino, Mahmud Abbas, em Ramallah (Cisjordânia), e com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no ministério da Defesa em Tel Aviv.

O conflito entre Israel e o Hamas começou no dia 8 de julho e já provocou a morte de 644 palestinos, em sua maioria civis, e 31 israelenses, entre eles 29 soldados.

O movimento islamita Hamas, que controla a Faixa de Gaza, rejeitou na semana passada uma proposta de cessar-fogo egípcia e impôs como condição o levantamento do bloqueio imposto a Gaza, a abertura da fronteira com o Egito e a libertação de prisioneiros.

Nesta quarta-feira, o Conselho de Direitos Humanos da ONU abriu uma investigação sobre a ofensiva militar israelense em Gaza. O Conselho adotou uma resolução que prevê esta investigação com 29 votos a favor (países árabes e muçulmanos, latino-americanos e africanos, assim como Rússia e China). Estados Unidos votaram contra e os países europeus se abstiveram.

Mais cedo, a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, pediu uma investigação sobre possíveis crimes de guerra israelenses em Gaza, ao mesmo tempo em que denunciou ataques indiscriminados do movimento islamita palestino Hamas contra zonas civis de Israel.

Tags: crise, israelenses, mortos, PALESTINOS, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.