Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Internacional

Corpos de vítimas do voo HM17 chegam à Holanda

Agência ANSA

 A Holanda declarou luto nesta quarta-feira (23) para recordar os 192 passageiros de nacionalista holandesa que morreram na queda do avião da Malaysia Airlines na Ucrânia, na semana passada, com 298 pessoas a bordo. Os corpos das vítimas chegaram hoje ao país, em aviões militares. Após serem recebidos por familiares, os corpos foram levados a uma base militar para operações de reconhecimento, as quais podem levar meses, de acordo com o primeiro-ministro Mark Rutte.

    As homenagens, porém, prosseguirão em Amsterdã, onde é esperada uma marcha silenciosa durante a noite com balões brancos em memória das vítimas.

    As caixas pretas do avião foram entregues na noite de ontem (22) a peritos holandeses que coordenam as investigações sobre o acidente. Os equipamentos foram levados em um avião militar belga até o Reino Unido, onde serão examinados por especialistas de vários países. O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, comentou, por sua vez, que é possível que muitos corpos ainda estejam espalhados pela zona do acidente, decompondo-se a céu aberto. Das 298 vítimas, 28 tinham nacionalidade australiana. O vôo MH17 da Malaysia Airlines caiu na quinta-feira, na fronteira entre Ucrânia e Rússia. Indícios apontam que a aeronave foi abatida por um míssil, mas ainda não se sabe de onde teria partido. O Conselho de Segurança das Nações Unidas exigiu nesta semana uma investigação independe do acidente. (ANSA)

Tags: Holanda, queda, russia, UCRÂNIA, voo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.