Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

Internacional

EUA negam ligação da Rússia com queda do voo MH17

Agência ANSA

O Boeing 777 da Malaysia Airlines que caiu no leste da Ucrânia provavelmente foi abatido por engano por rebeldes separatistas, segundo fontes dos serviços de inteligência dos Estados Unidos citadas pela imprensa local. Além disso, a Rússia não teria nenhuma ligação com o suposto ataque.

Pouco antes da divulgação dessa informação, foi decidido que os dados das caixas-pretas do avião serão recuperados por especialistas britânicos. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, que explicou que a decisão foi tomada após uma solicitação feita por Kiev e pela Holanda, país que tem o maior número de vítimas no desastre (193, de um total de 298).    

Uma delegação baseada em Farnborough, cidade que abriga a sede da empresa aeroespacial BAE Systems, irá resgatar as informações contidas nos equipamentos - que podem ter sido avariados na queda - e levá-las para analistas internacionais. As caixas-pretas foram entregues na noite de segunda-feira (21) por separatistas para uma equipe da Malásia.    

No entanto, é improvável que elas possam fornecer indícios que permitam identificar a origem do suposto míssil que teria abatido a aeronave.

 Enquanto isso, o conselho dos ministros de Relações Exteriores da União Europeia aprovou nesta terça-feira (22) a ampliação da lista de pessoas afetadas pelas sanções econômicas contra Moscou. A nova relação deve ser divulgada na próxima sexta (25). 

Tags: acidente, avião, queda, rpussia, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.