Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Internacional

Caixas-pretas do voo MH17 irão para a Grã-Bretanha

Agência ANSA

Os dados das caixas-pretas do Boeing 777 da Malaysia Airlines que caiu no leste da Ucrânia serão recuperados por especialistas britânicos. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, que explicou que a decisão foi tomada após uma solicitação feita por Kiev e pela Holanda, país que tem o maior número de vítimas no desastre (193, de um total de 298).    

Uma delegação baseada em Farnborough, cidade que abriga a sede da empresa aeroespacial BAE Systems, irá resgatar as informações contidas nos equipamentos - que podem ter sido avariados na queda - e levá-las para analistas internacionais. As caixas-pretas foram entregues na noite de segunda-feira (21) por separatistas para uma equipe da Malásia.    

No entanto, é improvável que elas possam fornecer indícios que permitam identificar a origem do suposto míssil que teria abatido o avião.

Sanções

Enquanto isso, o conselho dos ministros de Relações Exteriores da União Europeia aprovou nesta terça-feira (22) a ampliação da lista de pessoas afetadas pelas sanções econômicas contra Moscou. A nova relação deve ser divulgada na próxima sexta (25).

Tags: acidente, EUA, russos, UCRÂNIA, voo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.