Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

Internacional

Caixas-pretas do voo MH17 irão para a Malásia

Agência ANSA

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, confirmou nesta segunda-feira (21) que os corpos das vítimas do voo MH17 serão levados para a Holanda, enquanto as caixas-pretas do avião, que estão em poder de grupos separatistas na Ucrânia, irão para Kuala Lumpur.    

O premier contou que recebeu garantias dos dirigentes da autoproclamada República Popular de Donetsk, província do leste do país na qual aconteceu a tragédia. Antes de chegar na Holanda, os corpos passarão por Kharkov - cidade também controlada pelos rebeldes -, onde serão examinados.    

A queda do Boeing 777 da Malaysia Airlines ocorreu na última quinta-feira (17) sobre o município de Grabovo, perto da fronteira da Ucrânia com a Rússia. O avião tinha 298 pessoas a bordo (283 passageiros e 15 tripulantes) e teria sido abatido por um míssil, de origem ainda desconhecida.

ONU

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) aprovou por unanimidade uma resolução que condena a suposta derrubada do avião e pede acesso imediato ao local do desastre, que é totalmente controlado por rebeldes. 

No documento proposto pela Austrália, pede-se que os responsáveis pelo desastre sejam responsabilizados. O texto, assinado inclusive pela Rússia, ainda exige que os grupos armados que atuam na região se abstenham de fazer qualquer ação que possa comprometer a "integridade do local do incidente". 

Tags: . russos, avião, malasia, queda, UCRÂNIA

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.