Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Internacional

"Estou comovido", diz Berlusconi após absolvição

Agência ANSA

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi disse estar "comovido" com a decisão da Corte de Apelação de Milão de o absolver no caso "Ruby", processo no qual tinha sido condenado em primeira instância a sete anos de prisão por prostituição de menores e abuso de poder.

"Estou profundamente comovido. Somente os que estiveram ao meu lado em todos estes anos sabem que sofri uma acusação injusta e infame", afirmou Berlusconi, agradecendo também aos seus amigos e advogados.

"Sou grato aos meus colaboradores e, principalmente, aos milhões de italianos que continuaram a acreditar nas nossas batalhas políticas e se mantiveram próximos, apesar das tentativas de sujar meu nome e minha honra", destacou.

"Um caloroso agradecimento aos meus advogados, que souberam fazer o trabalho deles não somente com grande profissionalismo e competência, mas também com paixão civil, sensibilidade humana, com sede de verdade", acrescentou.

Nesta sexta-feira (18), a Corte de Apelação de Milão anunciou a absolvição de Berlusconi. Ele tinha sido condenado em junho de 2013, mas seus advogados recorreram da sentença.

"Estou feliz, por mim e pelo Silvio. Não esperávamos isso", afirmou a jovem marroquina Karima el-Mahroug, pivô do processo e com quem Berlusconi foi acusado de manter relações sexuais, mediante pagamento, quando ela ainda era menor de idade.

"É o dia mais bonito da minha vida. Chorei como uma criança. Justiça foi feita", disse, por sua vez, a namorada de Berlusconi, Francesca Pascale.

Políticos que apoiam Berlusconi também se manifestaram após a decisão da Corte. "A absolvição de Berlusconi abre um novo capítulo na história do nosso país. Os italianos livres e honestos, que desde 1994 acreditam sempre em Berlusconi e em um futuro melhor, depois de 20 anos de perseguições, hoje se sentem vitoriosos, como se a Itália tivesse vencido a Copa do Mundo", disse um grupo de 21 parlamentares da Forza Italia, partido liderado pelo ex-primeiro-ministro.

"Nós, do partido Nova Centro-Direita, expressamos grande satisfação pela absolvição de Berlusconi no processo Ruby. Foi confirmada uma inocência da qual nunca duvidamos", disse Angelino Alfano, ex-braço direito do ex-premier. Atualmente, Berlusconi faz trabalhos comunitários como forma de cumprir outra pena à qual foi condenado por fraude fiscal no processo Mediaset. 

Tags: absolvição, ex-premier, itália, mediaset, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.