Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Internacional

Exército israelense começa operação por terra em Gaza

Agência ANSA

Pouco tempo depois da trégua humanitária que interrompeu por cinco horas a mais recente onda de violência na Palestina, o Exército de Israel lançou na noite desta quinta-feira (17) uma vasta operação por terra na Faixa de Gaza. Segundo um porta-voz militar, a ação tem como objetivo destruir túneis que permitem aos membros do Hamas entrar no país para realizar ataques. Diversas tropas e tanques israelenses já invadiram a região.

De acordo com a mesma fonte, a medida foi tomada após o grupo fundamentalista recusar diversas ofertas para "esfriar" a situação. A ofensiva faz parte da operação "Margem Protetora", iniciada há 10 dias para combater o movimento islâmico, após o assassinato de três jovens seminaristas judeus na Cisjordânia. Israel culpa o Hamas pelas mortes, mas a organização nega ter participação nos crimes.

"Esperávamos ansiosamente essa operação por terra para ensinar uma lição a Israel", disse um porta-voz das Brigadas Izz ad-Din al-Qassam, braço armado do Hamas. Até o momento, a nova onda de violência já deixou 230 vítimas na Faixa de Gaza, incluindo mulheres e crianças, e uma em Israel. Além disso, mais de 1,6 mil pessoas ficaram feridas por conta dos bombardeios. "Se o Hamas tivesse aceitado a nossa proposta de cessar-fogo, poderia ter salvado a vida de dezenas de palestinos", afirmou o ministro das Relações Exteriores do Egito, Sameh Shoukri.

O país havia sugerido na última terça-feira (15) uma trégua no confronto e a abertura de negociações para a entrada de bens de primeira necessidade na área onde acontece o conflito. Contudo, o grupo fundamentalista recusou a proposta. 

Tags: crise, guerra, israelenses, PALESTINOS, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.