Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Internacional

Exército israelense começa operação por terra em Gaza

Agência ANSA

Pouco tempo depois da trégua humanitária que interrompeu por cinco horas a mais recente onda de violência na Palestina, o Exército de Israel lançou na noite desta quinta-feira (17) uma vasta operação por terra na Faixa de Gaza. Segundo um porta-voz militar, a ação tem como objetivo destruir túneis que permitem aos membros do Hamas entrar no país para realizar ataques. Diversas tropas e tanques israelenses já invadiram a região.

De acordo com a mesma fonte, a medida foi tomada após o grupo fundamentalista recusar diversas ofertas para "esfriar" a situação. A ofensiva faz parte da operação "Margem Protetora", iniciada há 10 dias para combater o movimento islâmico, após o assassinato de três jovens seminaristas judeus na Cisjordânia. Israel culpa o Hamas pelas mortes, mas a organização nega ter participação nos crimes.

"Esperávamos ansiosamente essa operação por terra para ensinar uma lição a Israel", disse um porta-voz das Brigadas Izz ad-Din al-Qassam, braço armado do Hamas. Até o momento, a nova onda de violência já deixou 230 vítimas na Faixa de Gaza, incluindo mulheres e crianças, e uma em Israel. Além disso, mais de 1,6 mil pessoas ficaram feridas por conta dos bombardeios. "Se o Hamas tivesse aceitado a nossa proposta de cessar-fogo, poderia ter salvado a vida de dezenas de palestinos", afirmou o ministro das Relações Exteriores do Egito, Sameh Shoukri.

O país havia sugerido na última terça-feira (15) uma trégua no confronto e a abertura de negociações para a entrada de bens de primeira necessidade na área onde acontece o conflito. Contudo, o grupo fundamentalista recusou a proposta. 

Tags: crise, guerra, israelenses, PALESTINOS, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.