Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Internacional

Cinquenta e quatro entidades assinam carta de solidariedade à Palestina

Jornal do Brasil

A líder do PCdoB na Câmara, deputada Jandira Feghali, voltou a defender a soberania da Palestina para a redução dos conflitos no Oriente Médio. Na manhã desta quarta-feira (16), parlamentares e movimentos sociais prestaram solidariedade em visita à embaixada do país, em Brasília. Uma carta assinada por 54 entidades foi entregue ao embaixador Ibrahim Alzeben.

Entidades em movimento solidário à Palestina
Entidades em movimento solidário à Palestina

À frente do grupo, Jandira apontou apontou a injustiça histórica: “É um genocídio o que se repete naquela região com mulheres, crianças, idosos e grávidas. A omissão internacional não pode existir. Desde 1948, aquele povo vive humilhação permanente, sem liberdade, sem direito de ir e vir, sem assistência à saúde, sem direito pleno de voto, com o assassinato permanente de mulheres e crianças. Há um poderio militar absurdo, sustentado por ingerência externa, que nós não podemos calar”, criticou a parlamentar.

Para o presidente do Cebrapaz do Distrito Federal, Marcos Tenório, é preciso que todos os setores comprometidos com a paz e a solidariedade internacional se levantem para denunciar os bombardeios de cidades palestinas, especialmente em Gaza: “O tom das ações israelenses tem sido de limpeza étnica, crimes de guerra e genocídio”, afirma.

As tensões entre Israel e Palestina vinham aumentando desde o sequestro de três adolescentes israelenses na Cisjordânia em 12 de junho. Segundo autoridades palestinas, os ataques israelenses deixaram ao menos 192 mortos. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que mais de três quartos das vítimas sejam civis. Cerca de 1.400 palestinos ficaram feridos. O recente confronto entre o grupo palestino islâmico Hamas e Israel é o mais sangrento desde novembro de 2012, quando uma operação resultou na morte de 177 palestinos e seis israelenses.

Tags: CONFLITO, Gaza, Israel, morte, palestina, tensão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.