Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Internacional

Pressão internacional não impedirá Israel, diz premier

Agência ANSA

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, garantiu nesta sexta-feira (11) que nenhuma pressão internacional vai impedi-lo de agir contra o Hamas na Faixa de Gaza, além de acusar o grupo fundamentalista pelas mortes ocorridas na região nos últimos dias.    

"O povo israelense sabe que a minha primeira preocupação é devolver a calma. Farei tudo o que for necessário para alcançar esse objetivo. Os líderes do Hamas se escondem por trás dos cidadãos de Gaza. São eles os responsáveis por todas as vítimas", disse o premier, em declarações divulgadas pela imprensa local.    

Netanyahu ainda afirmou que não exclui realizar uma operação por terra para combater o movimento islâmico. Desde o início de julho, Israel e Hamas trocam ataques aéreos por conta do assassinato de quatro adolescentes (três israelenses e um palestino) por militantes extremistas de ambos os lados.    

Até o momento, a nova onda de violência já provocou mais de 100 mortes, a grande maioria na Faixa de Gaza. Na quinta-feira (10), várias lideranças internacionais pediram um cessar-fogo imediato no Oriente Médio, incluindo o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que criticou o "uso excessivo da força" contra civis da Palestina.

Tags: ataques, crise, israelenses, mortes, PALESTINOS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.