Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Internacional

Coreia do Sul condena “provocação” da Coreia do Norte

Agência Brasil

A Coreia do Sul condenou hoje (10) a série de lançamento de mísseis pela Coreia do Norte, considerando-a “grave provocação” que ameaça a estabilidade na península.

O Ministério da Defesa sul-coreano manifestou preocupação com o lançamento, na quarta-feira passada, a partir de uma base na região de Hwanghae (Oeste), de dois mísseis de curto alcance, que percorreram cerca de 500 quilômetros antes de cair em águas internacionais.

“Vemos esta série recente de lançamentos de mísseis pela Coreia do Norte como grave provocação à Coreia do Sul e à comunidade internacional, colocando em risco a estabilidade na península coreana e violando resoluções das Nações Unidas”, disse o porta-voz do ministério, Kim Min-Seok.

As resoluções das Nações Unidas impedem a Coreia do Norte de conduzir qualquer tipo de teste de mísseis.

O teste de quarta-feira foi “fora do comum”, uma vez que, explicou o porta-voz, foram lançados a partir de uma área sensível, perto da zona desmilitarizada

“Parece ter tido como propósito deixar uma mensagem (…) de que a Coreia do Sul poderá ser alvo de ataques-surpresa de mísseis por parte da Coreia do Norte, a qualquer hora e a partir de qualquer lugar”, acrescentou Kim Min-Seok.

Segundo Seul, foi a primeira vez, em quase duas décadas, que a Coreia do Norte fez um teste de mísseis a partir do interior do país, em vez de recorrer a uma das suas bases costeiras.

O Japão também protestou formalmente à Embaixada da Coreia do Norte em Pequim sobre o lançamento.

Após meses de relativa calma na península coreana, Pyongyang começou a fazer, em 26 de junho, testes de mísseis de curto alcance em direção ao Mar do Japão.

Tags: Coreia, internacional, lançamento, míssel, tensão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.