Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Internacional

Japão protesta contra lançamento de mísseis pela Coreia do Norte

Agência Brasil

O governo japonês apresentou nesta quarta-feira (9) protesto oficial à Embaixada da Coreia do Norte em Pequim pelo lançamento de dois mísseis em direção ao Mar do Japão, disse um porta-voz da diplomacia à Agência Kyodo.

Os dois mísseis de curto alcance, lançados pelo regime norte-coreano, percorreram cerca de 500 quilômetros antes de cair em águas internacionais, após outros lançamentos feitos na última semana.

Aparentemente, segundo um porta-voz da Defesa da Coreia do Sul, os mísseis Scud foram lançados a partir de uma base na região de Hwanghae (Oeste) e em direção ao Nordeste, sem que Pyongyang tenha feito qualquer aviso prévio.

Esta é a primeira vez, em quase duas décadas, que a Coreia do Norte faz um teste de mísseis a partir do interior do país, em vez de recorrer a uma das suas bases costeiras, segundo Seul.

A Agência Kyodo informou que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, em visita à Nova Zelândia, Austrália e Papua Nova Guiné, pediu ao seu gabinete para coordenar os serviços de informação com os Estados Unidos e a Coreia do Sul no sentido de analisar as intenções do regime de Kim Jong-un.

O ministro da Defesa do Japão, Itsunori Onodera, em visita aos Estados Unidos, criticou o lançamento, advertindo que a atitude “não beneficia os interesses da Coreia do Norte”.

Os lançamentos ocorreram horas antes do encontro entre o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e as autoridades chinesas, em Pequim, em que deverão tratar do programa nuclear e de mísseis da Coreia do Norte.

Após meses de relativa calma na península coreana, Pyongyang começou a fazer, em 26 de junho, testes de mísseis balísticos de curto alcance em direção ao Mar do Japão.

O teste de hoje é o 13º lançamento de projéteis feito por Pyongyang desde o início do ano e o quinto em que dispara mísseis de curto alcance.

Tags: ÁSIA, CONFLITO, coreia do sul, política, pyongyang

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.