Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

Norte-coreanos lembram morte de 'presidente eterno'

Agência ANSA

A Coreia do Norte acordou de luto nesta terça-feira, dia 8, por conta do aniversário de 20 anos da morte do fundador do regime Kim Il Sung, o "presidente eterno do país", em decorrência de um ataque cardíaco. Seu neto, o atual presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-um, visitou o mausoléu do antecessor, no Palácio do Sol de Kumsusan, em Pyongyang, onde seu corpo está embalsamado, informou a imprensa local.    

Acredita-se que esta terça-feira seja de bastante tristeza para a população local, que venera o líder, ou pelo menos essa é a imagem que o governo quer passar. Como a Coreia do Norte tem uma política de isolamento, isso não pode ser confirmado.    

A data é comemorada todo ano com um feriado nacional, assim como o dia do nascimento do líder, em 15 de abril. Neste dias, emissoras locais costumam transmitir maratonas que filmes sobre eles. Kim Il sung, que fundou o Estado comunista norte-coreano em 1948 após a libertação do domínio japonês, é, até hoje, alvo de adoração no país. Calcula-se que mais de 30 mil estátuas dele estejam espalhadas pela região e todas casas e estabelecimentos contam com uma foto dele e de seu filho, Kim Jong il, nas paredes.    

Seu filho e seu neto não conseguiram herdar sua popularidade.

Tags: aniversário, coreano, homenagens, líder, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.