Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Internacional

Estudante brasileiro é preso na Alemanha acusado de estupro

Portal Terra

Um estudante brasileiro de 25 anos foi detido em Munique, na Alemanha, sob acusação estupro contra mulheres em ônibus noturnos da capital do Estado da Baviera. De acordo com relatos da imprensa alemã, o estudante, que seria responsável por pelo menos dois casos de tentativa de estupro, foi identificado através de imagens da câmera de segurança de um ônibus.

Um boletim de ocorrência da Polícia da Baviera informa que duas mulheres pegaram um ônibus noturno na madrugada do dia 25 de maio em Munique. Por volta das 4h, as duas desceram do coletivo e se viram perseguidas por um homem. Ele se aproximou, agarrou uma das mulheres e levantou sua saia antes de atirá-la ao chão. A vítima, auxiliada por sua amiga, conseguiu revidar, bater no homem e fugir. 

O caso foi registrado e um exame de DNA comprovou que se tratava de um agressor do sexo masculino que batia com o material genético colhido em outro caso de tentativa de estupro, ocorrido em março em Jena.

De acordo com informações obtidas pela imprensa alemã junto ao setor de investigação de crimes sexuais, a polícia obteve imagens da câmera de segurança do ônibus e, através de dois oficiais à paisana, encontrou e identificou o suspeito em um ônibus noturno no dia 29 de junho. Os policiais colheram saliva do homem e confirmaram se tratar do mesmo indivíduo. Trata-se de um estudante brasileiro de Engenharia nascido no Mato Grosso do Sul, até então sem nenhuma passagem pela polícia.

Em nota, a Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) confirma a prisão de um aluno brasileiro em Munique e aguarda comunicação oficial das autoridades alemãs. "Por hora, o que podemos afirmar é que o estudante não possui nenhum relato de desvio em sua conduta moral dentro da Universidade, tampouco em relação a sua vida acadêmica", diz a nota. O consulado brasileiro em Munique acompanha o caso.

Tags: abuso, Aluno, mulheres, prisão, universidade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.