Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Internacional

Parlamento da Alemanha aprova criação de salário mínimo

Agência ANSA

O Parlamento alemão aprovou nesta quinta-feira (3) a criação de um salário mínimo em todo o país no valor de 8,50 euros por hora de trabalho. O projeto, aprovado com 535 votos a favor de um total de 601, é um marco na política alemã, pois cumpre uma das principais exigências da ala social-democrata, que integra o governo da chanceler Angela Merkel. O salário mínimo passa a vigorar em 2015. 

"Hoje é um dia histórico para a Alemanha", disse o vice-chanceler Sigmar Gabriel, dos sociais-democratas, comentando a aprovação da medida pelo Bundestag. A medida era uma exigência do Partido Social-Democrata (SPD) para formar um governo com Merkel após as eleições legislativas de setembro de 2013. O tema foi amplamente discutido na Alemanha, pois o país era um dos poucos da União Europeia que não tinha salário mínimo estipulado por lei, por preservar o princípio da autonomia nas negociações salariais.    

Alguns economistas se opunham à medida por acreditarem que isso levaria à perda de milhares de postos de trabalho. Em diversos setores, a remuneração é em média de 5,50 euros por hora. 

Tags: ALEMANHA, benefício, Europa, salário mínimo, Sociedade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.