Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Internacional

Pistorius não sofre de distúrbio, diz relatório

Agência ANSA

O atleta sul-africano Oscar Pistorius não sofria de nenhum distúrbio mental quando atirou contra sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, de acordo com psiquiatras que o analisaram durante um mês. A avaliação mental de Pistorius foi divulgada nesta segunda-feira (30), na reabertura do processo no qual o atleta responde pela morte da modelo. 

O julgamento estava interrompido desde o dia 20 de maio, para a realização de exames psiquiátricos em Pistorius, a pedido da defesa do atleta. Segundo seus advogados, o sul-africano sofria de ansiedade e distúrbios no momento do crime. "Pistorius não sofre de nenhum distúrbio mental ou enfermidade que possa tirá-lo da responsabilidade dos atos pelos quais é acusado", concluíram os médicos. 

"Ele era capaz de avaliar que o que estava fazendo era errado", completaram os especialistas, em um relatório lido pelo promotor Gerrie Nel.    O atleta nunca negou ter assassinado sua namorada, em 14 de fevereiro de 2013, mas afirma ter cometido um erro fatal por conta de uma crise de pânico. Ele alega ter confundido a modelo com um ladrão durante a noite. A acusação, porém, tenta defender que o crime foi intencional e que Oscar Pistorius decidiu matar Reeva Steenkamp, após uma violenta briga entre o casal. 

Tags: assassinato, atleta, julgamento, namorada, pistorius

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.