Jornal do Brasil

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Internacional

Corte Europeia suspende decisão sobre eutanásia

Agência ANSA

 A Corte Europeia dos Direitos Humanos decidiu suspender a sentença do Conselho de Estado francês que autoriza a interrupção do tratamento do tetraplégico Vincent Lambert, para examinar o recurso apresentado pela família. O Tribunal também proibiu a transferência do hospital onde o homem foi internado. 

    De acordo com o jornal Le Figaro, a proibição de transferir Lambert do hospital de Reims é devido aos temores dos pais de que a esposa, favorável ao desligamento dos aparelhos, leve o paciente para a Bélgica, onde a eutanásia é legalizada. 

    A batalha jurídica para desligar os aparelhos de Lambert dividiu sua família. De um lado está a sua mulher, Rachel, que luta na Justiça para desligar os aparelhos do seu marido - posição compartilhada pelos médicos do hospital de Reims onde o homem de 38 anos está internado. No outro estão os pais de Vincent, Pierre e Viviane, que exigem que o filho seja mantido vivo.

    O Conselho de Estado da França, a mais alta jurisdição administrativa do país, havia decidido que manter o paciente vivo é uma "obstinação irresponsável" e contra a legislação do país. Vincent Lambert é ex-bombeiro e está há mais de cinco anos em condição vegetativa por conta de um acidente de moto. (ANSA)

Tags: deficiente, Europa, justiça, médico, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.