Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Internacional

Dezessete palestinos são presos suspeitos de rapto

Agência ANSA

Dezessete palestinos, entre eles o membro do Conselho Legislativo Khaled Ibrahim, foram detidos durante a noite pelo Exército de Israel na operação de buscas pelos três adolescentes israelenses desaparecidos em Hebron.     

No último dia 18, o Exército de Israel já havia prendido 200 membros do Hamas por suspeita de envolvimento no desaparecimento dos três seminaristas.     

O Exército está trabalhando com a hipótese de que o Hamas raptou os três jovens, mas não é certo se as lideranças da organização tenham confirmado a ideia.    

Outros 80 presos "administrativos" palestinos que haviam iniciado uma greve de fome no último dia 24 de abril decidiram suspendê-la frente a um acordo conseguido com Israel. A confirmação veio do ministro de Assuntos Sociais da Palestina, Shawki Aleessa, e do representante da Associação de Prisioneiros, Qadura Fares.     

Os termos do acordo serão divulgados amanhã, 26. "O que podemos dizer é que as críticas da comunidade internacional em relação a Israel e o fato que a Palestina tome parte da Convenção de Genebra desempenharam um papel fundamental", explicou o ministro à ANSA.     

Os grevistas protestam contra a detenção administrativa, um instrumento que permite encarcerar uma pessoa, mesmo por meses, sem formalizar uma acusação ou iniciar um processo.

Tags: Conselho, crianças, exército, Israel, palestino, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.