Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Internacional

Obama diz que EUA não entrarão em combate no Iraque

Agência ANSA

O presidente norte-americano, Barack Obama, declarou nesta quinta-feira que os Estados Unidos não irão entrar em combate novamente no Iraque. A declaração foi feita em pronunciamento na TV.    

Os Estados Unidos enviarão ao Iraque 300 conselheiros militares para ajudar o país a enfrentar a crise que está passando. O presidente também afirmou que estão trabalhando para garantir a segurança dos norte-americanos que estão em terras iraquianas.     

Hoje, o grupo para a Segurança Nacional dos Estados Unidos esteve reunido na Casa Branca para discutir a situação no Iraque. A reunião se assemelha a um verdadeiro "conselho de guerra". 

Ocupação     

Hoje, extremistas iraquianos ocuparam aquele que era o principal local de produção de armas durante o regime de Saddam Hussein. De acordo com o jornal Wall Street Journal, o complexo ainda possui algumas armas velhas. Mas os responsáveis pela administração Obama estariam céticos em relação à real capacidade dos militantes sunitas de construir armas químicas que funcionem com o material encontrado no complexo de Al Muthanna.     

O material que se encontra no local foi definido como "velho, contaminado e difícil de manipular". Mas a ação está sendo acompanhada com atenção. 

Tags: crise, Estados Unidos, guerra, iraquianos, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.