Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Internacional

Colômbia formará comissão da verdade

Agência Brasil

Pela primeira vez em 50 anos de conflito armado contra o Estado colombiano, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) reconheceram que deixaram vítimas no país. Em seguida, o grupo que negocia o processo de paz entre a guerrilha e o governo anunciou a criação de uma comissão da verdade, para esclarecer os crimes cometidos pelos dois lados.

Em pronunciamento conjunto, no qual informam a conclusão de uma fase de negociação, as Farc e o governo destacaram dez princípios que irão guiar a discussão sobre as vítimas. Além disso, o tema terá a participação direta de representantes de vítimas. O processo é conduzido de maneira reservada e a ausência da sociedade civil era uma queixa freqüente.

"Estes princípios não têm antecedentes na Colômbia, e em nenhum outro processo de paz feito no mundo", afirmou o negociador-chefe do governo, Humberto de la Calle. A partir de agora haverá subcomissões para abordar o tema das vítimas, para o esclarecimento do conflito armado, e também para acelerar o processo de "revisão e garantia de que os acordos alcançados sejam cumpridos em um eventual acordo final".

Tags: Armas, colombianos, GUERRILHA, PAZ, trégua

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.