Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Internacional

Ataque terrorista no aeroporto do Paquistão deixa pelo menos 28 mortos

Agência Brasil

Pelo menos 28 pessoas morreram na madrugada de hoje (9) em ataque talibã no Aeroporto Internacional de Jinnah, em Carachi, no litoral Sul do Paquistão. Segundo o Exército, pelo menos dez eram rebeldes, munidos de armas automáticas e granadas e três deles teriam usado colete de explosivos num ataque suicida. 

Entre as 18 vítimas, estão oito guardas da segurança do aeroporto e quatro trabalhadores da Pakistan International Airlines. Foram levadas para o Hospital de Carachi 26 feridos. O grupo Tehreek-e-Taliban Pakistan (TTP) reivindicou a autoria do ataque. 

“Levamos a cabo o ataque no Aeroporto de Carachi para vingar a morte de Hakimullah Mehsud”, disse à agência AFP Shahidullah Shahid, porta-voz do movimento dos talibãs paquistaneses que lidera, desde 2007, uma sangrenta guerra contra o governo de Islamabad. Mehsud foi morto, em novembro de 2013, em ataque de um “drone” (avião não tripulado) norte-americano numa zona tribal no noroeste do país, reduto do TTP. 

O grupo rebelde disse que vingará a morte de centenas de mulheres e crianças em ataques aéreos, e acusou o governo do Paquistão de usar as conversações de paz como ferramenta de guerra. Apesar do ataque, a autoridade da aviação civil do Paquistão disse que as operações de voos serão retomadas em Carachi durante a tarde de hoje.

Tags: aeroporto, ataque, Explosão, jinnah, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.