Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Internacional

Chefe mafioso italiano é preso no Peru

Agência ANSA

O italiano Pasquale Bifulco, considerado membro do clã mafioso Leto Cua, da máfia calabresa 'Ndrangheta, foi preso em San Isidro, no Peru, revelaram fontes da polícia italiana nesta sexta-feira (6).    

Bifulco, de 41 anos, e fugitivo desde fevereiro passado com a acusação de associação mafiosa e tráfico internacional de drogas, já tinha dois mandados de prisão contra ele emitidos pelas autoridades italianas e brasileiras.    

O mafioso foi preso por agentes da Interpol, a polícia internacional, em parceria com policiais italianos. Bifulco era chefe de um poderoso grupo mafioso, operante no sul da Itália, que adquiria e importava da América do Sul grandes quantidades de cocaína transportada a bordo de navios comerciais provenientes principalmente do Brasil e do Peru.    

O nome de Bifulco, que usava também os nomes falsos de Julio e Francesco, constava na lista dos fugitivos perigosos. Ligado ao clã Letto-Cua-Pipicella de Natile di Careri, localidade da Calábria, o mafioso fugiu da polícia durante a realização da operação "Buongustaio" realizada em fevereiro passado.    

Poliglota, Bifulco, segundo as investigações, se movia rapidamente e fechava acordos em vários países, pagando as cargas de droga que comprava sempre em dinheiro.    

Ele coordenava uma organização ramificada, com pontos de referência na Itália, onde contava com apoios logísticos na província de Nápoles, Turim e na Calábria. Bifulco, antes da prisão, fica longos períodos na América do Sul.

Tags: atividades, brasil, itália, máfia, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.