Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

Internacional

Redução de postos na Alitalia pode ser de 2,5 mil

Esta é a previsão do ministro italiano do Trabalho

Agência ANSA

O ministro italiano do Trabalho, Giuliano Poletti, afirmou nesta terça-feira (3) que os cortes dos postos de trabalho do quadro de funcionários da companhia aérea Alitalia podem chagar a 2,5 mil por ocasião da fusão com a Etihad Airways.    

Em janeiro passado, diante de uma grave crise financeira, a Alitalia informou que os cortes dos postos de trabalho poderiam chegar a 1,9 mil. Na época, a empresa declarou que esta redução não ocorreria com demissões, mas sim, com aposentadorias e afastamento a longo prazo. A estimativa dos cortes dos postos de trabalho com a fusão das duas companhias é de "2,4 a 2,5 mil, mas só se confirmarão depois da negociação entre as partes", afirmou o ministro.    

Por sua vez, o líder da Confederação Italiana dos Sindicatos dos Trabalhadores (CISL, na sigla em italiano), Raffaele Bonanni se diz contrário as especulações sobre os possíveis cortes nos postos de trabalho. "É errado falar agora sobre cortes. Não precisa fazer terrorismo com os trabalhadores", afirmou ele que prefere ter dados concretos para se posicionar sobre a negociação entre as companhias.    

Ontem o conselho administrativo da empresa italiana informou que irá examinar na próxima sexta-feira (6) as condições e critérios estabelecidos pela Etihad Airways para concluir a negociação entre as duas companhias.    

A empresa dos Emirados Árabes Unidos estaria disposta a investir cerca de 600 milhões de euros (R$ 1,8 bilhão) para assumir 49% do capital do grupo da Itália.

Tags: alitalia, economia, etihad airways, fusão, giuliano poletti, itália, ministro trabalho, postos de trabalho

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.