Jornal do Brasil

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Internacional

Governo mexicano admite 'epidemia de violência'

Vinte e dois dos 32 estados mexicanos sofrem da "epidemia"

Agência ANSA

O governo do México admitiu que o país passa por uma "epidemia de violência" ainda que o número de assassinatos tenha caído em 16% no último ano - passando de 21 a cada 100 mil habitantes para 16.    

De acordo com o vice-ministro do Interior, Roberto Campa, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que 22 dos 32 estados mexicanos sofrem da "epidemia".    

A OMS considera como nível epidêmico quando são registrados 10 ou mais homicídios a cada 100 mil habitantes.    

Em declarações ao canal "Milenio TV", Campa disse que os estados mais violentos são Sinaloa (com 43,65 homicídios a cada 100 mil habitantes), Chihuahua (42,36), Morelos (33,55), Durango (29,15) e Colima (27,3).    

Campa ainda disse que a estratégia do governo do presidente Enrique Peña Nieto está "indo na direção certa, na medida em que os indicadores confirmam uma redução na incidência de homicídios". 

Tags: enrique peña nieto, México, OMS, roberto campa, violência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.