Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Presidente da Colômbia busca apoio da esquerda para vencer segundo turno

Jornal do Brasil

Em busca de apoio para ser reeleito, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse hoje (29) que “nunca antes na história do país”, um processo de negociação pelo fim do conflito entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) havia avançado tanto quanto o que ele coordena. Santos convocou o Conselho Nacional de Paz e reuniu representantes da sociedade civil em Bogotá para falar sobre o estágio em que se encontra a negociação.

“Em meio século de conflito interno armado, nós nunca tivemos uma oportunidade tão real e tão concreta de terminar o conflito pela via do diálogo, como estamos tendo agora”, defendeu. Santos falou de cada um dos temas para os quais há consenso: o tema agrário, que  chamou de “reforma rural integral”; e sobre a participação política das Farc. Ele falou também sobre o acordo parcial sobre o problema das drogas no país.

Daqui a três semanas, a Colômbia fará o segundo turno de eleições presidenciais entre Santos e o opositor Óscar Zuluaga, do Centro Democrático, partido de direita, criado pelo ex-presidente colombiano e senador eleito, Álvaro Uribe. O presidente colombiano, aposta no apoio dos setores de esquerda e moderados na reeleição.

Segundo colocado nas eleições de domingo, Santos tem elogiado e feito referências aos candidatos de esquerda do país. A quarta colocada -  a esquerdista Clara López do Pólo Democrático Alternativo, em sido citada pelo candidato do segundo turno. O presidente disse que quer “sintonizar todos os setores” da sociedade com o diálogo e usou palavras da candidata do Polo Democrático. “Estamos perto de acabar com a fábrica de vítimas [a guerra contra as Farc], como diz a ex-candidata Clara López”, frisou.

Agência Brasil


Tags: GUERRILHA, Santos, colombianos, eleição, reeleição

Compartilhe: