Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Internacional

"Escravidão é crime contra humanidade", diz papa Francisco

Agência ANSA

O papa Francisco escreveu uma mensagem para o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder, em que diz que a "a coerção no trabalho e a escravidão" são um "horror, uma praga, um crime contra a humanidade".

Francisco ainda pediu à entidade que lute para acabar com esse mal no mundo. "Chegou o momento de unir forças e trabalhar juntos para libertar as vítimas do tráfico humano e erradicar esse crime que atinge a todos", escreveu o Pontífice.

O papa ressaltou que o trabalho é "um dom e um dever, não apenas um bem", por isso ele defendeu a "dignidade do trabalho humano no desenvolvimento social e econômico".

Ele ainda aproveitou para condenar a "globalização da indiferença" que ocorre com os imigrantes em massa, que saem de seus países para tentar a sorte na Europa. A Conferência da OIT começa hoje e segue até dia 12 de junho, em Genebra, na Suíça. 

Tags: conferência, escravidão, Organização, Trabalho, vaticano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.