Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Internacional

Na Terra Santa, Papa pede que solução de dois Estados seja realidade

Agência ANSA

O papa Francisco pediu, em meio a sua viagem pela Terra Santa, que "a solução de dois Estados seja uma realidade e não seja apenas um sonho". A declaração foi feita no aeroporto Ben Gurion, em Tel Aviv, diante do presidente israelense, Shimon Peres, e do premier Benjamin Netanyahu.    

Em sua chegada a Israel, Francisco fez declarações fortes sobre o tema da paz no Oriente Médio. Falando sobre Jerusalém, "cidade de valor universal, cidade da paz", ele lamentou que ela "ainda seja atormentada pelas consequências de longos conflitos".    

"Todos sabemos o quanto é urgente a necessidade da paz, não somente para Israel, mas para toda região", reiterou. "Que se multipliquem os esforços e as energias com o fim de chegar a um acordo justo e duradouro sobre os conflitos que já causaram tanto sofrimento".    

A visita do papa Francisco a Israel "representa um capítulo importante da história de judeus e cristãos", apontou Netanyahu, destacando sua satisfação "com as boas relações entre a Santa Sé e os judeus".    

Peres e seu homólogo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, por sua vez, aceitaram o convite feito pelo Papa de rezarem juntos no Vaticano.    

Antes de seguir para Tel Aviv, o Pontífice orou diante do muro que divide a cidade de Belém. O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, explicou, em breve coletiva de imprensa, que a parada não estava programada.

Tags: convite, Francisco, líderes, oração, vaticano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.