Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Internacional

Silvio Berlusconi nega ter insultado Angela Merkel

Agência ANSA

O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, negou em entrevista à rede de televisão BBC que tenha insultado a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, em conversa telefônica em 2011. "Eu nunca, em 20 anos de política, insultei ninguém", afirmou Berlusconi ao jornalista Jeremy Paxman, quando indagado sobre a frase na qual teria dito que Merkel teria uma "bundona".     

O ex-premier foi categórico. "Foi inventado por alguém que queria colocar a Angela contra mim", afirmou Berlusconi.     

O jornalista também relembrou o caso em que Berlusconi brincou de "esconde-esconde" com a chanceler alemã. "Mas ela se divertiu", explicou o político. "Eu havia estado em São Petersburgo para encontrar Putin. Ele se escondeu atrás de uma pilastra, eu andei em direção à porta e ele me disse 'achou'. As relações eram tais com Merkel que quando ela veio a Trieste eu pensei naquilo que Putin havia feito e decidi fazer o mesmo. E depois expliquei que Putin havia feito aquilo alguns dias antes. Mas isso para mostrar a relação que existia entre nós", completou o ex-cavalieri.

Tags: alemã, chanceler, ex-premier, intriga, italiana, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.