Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Internacional

Mubarak é condenado a três anos de prisão no Egito

Agência ANSA

 O ex-presidente do Egito deposto Hosni Mubarak foi condenado por um tribunal do Cairo a três anos de prisão sob a acusação de corrupção. 

    O tribunal também condenou os seus filhos Alaa e Gamal a quatro anos de reclusão. Os três são acusados de terem desviado fundos equivalentes a R$ 410 milhões para reformar casas e o palácio presidencial. 

    Três anos e meio após a revolução que derrubou o ex-presidente, Mubarak, 86 anos, ainda deverá ser julgado pela morte de centenas de manifestantes, ocorridas durante a Primavera Árabe. Neste caso, o ex-líder é acusado de "cumplicidade para cometer homicídio". Por esta acusação, Mubarak e seu ex-ministro do Interior, Habib al Adli, já haviam sido condenados em junho de 2012 a prisão perpétua. Mas em janeiro do ano seguinte, a Corte de Cassação do Egito anulou a sentença e instaurou um novo processo. (ANSA)

Tags: condenação, Egito, hosni, justiça, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.