Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

Internacional

Papa recebe médico que 'salvou sua vida' em 1980

Agência ANSA

Um médico argentino que operou o papa Francisco em 1980 - quando ele era apenas um jesuíta - de uma gangrena na vesícula biliar contou nesta terça-feira (20) como foi recebido pelo seu ex-paciente na residência de Santa Marta, no Vaticano, no último mês de abril, ocasião em que o Pontífice agradeceu "por ter salvado sua vida".    

"Em 1980, um médico me chamou para dizer que conhecia um humilde sacerdote que estava muito mal. Era um jesuíta que tinha feito voto de pobreza, castidade e obediência e não tinha nenhum recurso. Ele me perguntou se podia ajudá-lo e eu me senti honrado, larguei tudo e fui examinar o paciente, que de fato estava muito doente", revelou o prestigiado cirurgião Juan Carlos Parodi.    

O argentino também lembrou que a operação foi um sucesso e que Jorge Mario Bergoglio insistiu para pagar, mas com a recusa do médico, deu-lhe então um livro com dedicatória de presente. "Só muito depois eu soube que aquele sacerdote qualquer e muito doente era Bergoglio", acrescentou.    

No último mês de abril, 34 anos após a cirurgia, Parodi estava em Londres para um congresso quando chegou a notícia de que Francisco tinha concedido a ele uma audiência privada. "Assim que entrei em Santa Marta, ele me disse 'Juan Carlos, você está idêntico a como era quando te vi naquela noite em que sentia que estava morrendo, e você salvou a minha vida'", relatou o médico. Segundo o cirurgião, o Papa ainda garantiu que jamais esqueceria seu rosto. 

Tags: argentino, cirurgia, encontro, papa, salvadora

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.