Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Internacional

Justiça russa condena cinco por assassinato de jornalista

Agência ANSA

Os cinco acusados pelo homicídio da jornalista russa Anna Politkovskaia foram declarados culpados nesta terça-feira (20) pela Justiça. Quatro deles foram condenados por terem organizado a emboscada contra a repórter no dia 7 de outubro de 2006, em Moscou. O outro foi considerado executor do assassinato.    

O veredicto foi emitido por um tribunal da capital da Rússia, no terceiro processo sobre o caso. Entre os réus estão os irmãos chechenos Rustam, Ibragim e Dzhabrail Makhmudov, o tio deles Lom-Ali Gaitukayev e o ex-policial Serghiei Khadzhikurbanov.    

Anna Politkovskaia ficou conhecida pela sua luta pelos direitos humanos, pelas suas reportagens investigativas na Chechênia e pelas suas críticas ao presidente Vladimir Putin, então no seu segundo mandato.    

Em seus artigos para o jornal liberal Novaya Gazeta, ela atacou abertamente o Exército e o governo por violações dos direitos civis. A jornalista foi morta a tiros quando tinha 48 anos.

Tags: assassinato, presidente, putin, repórter, russia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.