Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Internacional

Boko Haram poderá soltar 100 das garotas raptadas

Agência ANSA

O grupo extremista Boko Haram abandonou o pedido de liberação de prisioneiros e estaria pronto a libertar metade das cerca de 200 estudantes raptadas na Nigéria.    

As informações são do jornal Daily Telegraph, que cita fontes próximas ao grupo extremista. Se confirmada, a decisão constitui uma notável "concessão". O grupo provavelmente teria tomado consciência de que soltar os atos comandantes islâmicos presos seria politicamente impossível para o governo da Nigéria. 

De acordo com o Daily Telegraph, ao invés disso o grupo teria compilado uma lista de prisioneiros de baixas camadas na qual gostariam que fossem liberados. Se esta última proposta fosse aceita, o Boko Haram liberaria 100 das garotas sequestradas, provavelmente já no início desta semana e elas seriam deixadas "em um lugar seguro e as autoridades receberiam instruções sobre onde encontrá-las". 

Mais de 200 estudantes foram sequestradas pelo grupo na escola onde estudavam. Em um vídeo divulgado no início de maio, o líder do grupo, Abubakar Shekau, anunciou que as garotas seriam tratadas como "escravas, vendidas ou forçadas a se casarem". Ele defende que a educação ocidental deve cessar e as meninas deveriam deixar a escola para se casarem.

Tags: ataque, estudantes, garotas, NIGÉRIA, SEQUESTRO, TERRORISMO

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.