Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Boko Haram sequestra 10 operários chineses

Uma vítima morreu após ataque

Jornal do Brasil

Um operário chinês morreu após o ataque do grupo extremista Boko Haram a uma fábrica no norte do Camarões. De acordo com fontes da polícia, 10 operários estão desaparecidos e foram provavelmente raptados pelo grupo. A polícia informou que o ataque ocorreu durante a noite de ontem, 16. Soldados camaroneses teriam entrado em combate com o grupo durante três horas. A Embaixada da China confirmou a morte do operário chinês e o desaparecimento dos outros 10. 

 A notícia vem ao mesmo tempo em que ocorre em Paris uma mini-vértice africana com o objetivo de elaborar uma estratégia regional contra o Boko Haram. No encontro estão presentes, entre outros, o presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, o presidente da França, François Hollande, além de representantes dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e União Europeia. Durante o encontro, Hollande afirmou que o "Boko Haram representa uma grave ameaça, com laços com a Al-Qaida e outras organizações terroristas". O presidente de Camarões, Paul Biya, declarou que "estamos aqui para declarar guerra ao Boko Haram". 



Tags: ataque, boko haram, china, morte, operário, sequestro, terrorismo

Compartilhe: